QUANDO A FICÇÃO E REALIDADE RESOLVEM ANDAR DE MÃOS DADAS
Ao encontrar alguém fantasiado, você acredita estar diante de pessoas em cosplays elaborados – ou foram as personagens que tomaram vida e vestiram aquelas pessoas para sair um pouco da rotina? Há um lampejo sutil no olhar confiante daqueles que ousam seguir este caminho, muitas vezes considerado “nerd demais” para o mundo real. Suas personalidades se misturam ao avatar escolhido e se apropriam de uma extroversão pouco natural ao tímido e pedestre dia-a- dia que seguem normalmente: Escolha seu super-poder e divirta-se com uma legião de fã que reconhecem e aplaudem a vivacidade da personagem ao vivo.
Quando heróis e vilões decidem interagir com o público em eventos ou pelas ruas da cidade, cabe uma sutil mas importante lembrança: guardada – ou escondida!- dentro da fantasia de todo herói ainda existe uma pessoa como nós, com seus anseios e vontades a serem respeitados. No final, somos todos humanos e heróis em nosso próprio contexto.

Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS
Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS

Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS

Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS

Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS
Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS

Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONASJack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS

Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS
Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS
Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS
Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS
Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS


Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS

Jack Cartoon, o WOLVERINE do AMAZONAS